Depoimento de Jose Francisco Nogueira Paranaguá de Santana

Sou da geração de sanitaristas que teve a sorte de participar de vários momentos importantes da história da saúde pública brasileira nas últimas quatro décadas. Tempos de mudanças expressivas no cenário geral do país, em particular no nosso campo, que até foi rebatizado de saúde coletiva. O Cebes – Centro Brasileiro de Estudos de Saúde desempenhou um papel destacado nesse processo. Tive a oportunidade de integrar o grupo fundador do Cebes em Brasília, mobilizado por Eric Jenner Rosas, por volta de 1976. Fui colaborador da revista do Cebes, mediante publicação de vários artigos. Mas, o aspecto marcante da vida cebiana foi a militância em prol de um ideal que hoje precisa ser retomado com todo o vigor dos primeiros tempos: democracia é saúde, saúde é democracia. O que passou tem inestimável valor se permanece na lembrança de muita gente, pois assim se transforma em rica fonte de inspiração para o futuro. Essa riqueza, guardada em nossas mentes e corações, só tem esse valor se for externada, compartilhada e renovada em ação com novos companheiros de jornada. Por isso, acho admirável no Cebes a vocação de recuperar e manter valores conquistados, sempre na busca de novos desafios, ou seja, transformar memórias em trilhas para o futuro.

José Francisco Nogueira Paranaguá de Santana

Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde e a Assessoria de Relações Internacionais da Fiocruz Brasília

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*